Ligada com o mundo

29/08/2014

Michelle Alves de Lima é bacharel em comunicação social com habilitação em Jornalismo (2003) pela UNITAU, e mestre em relações Internacionais pela Universidade de Nova York (NYU). Trabalhou no jornal o Estado de S. Paulo como repórter e produtora dos guias de fim de semana e do caderno Paladar entre os anos de 2003 e 2009. Também fez trabalhos como jornalista freelancer para as revistas capricho e super interessante, ambas da Editora Abril. Em 2009, Michelle mudou-se para Nova York, nos Estados Unidos, onde mora atualmente. Desde 2010 ela trabalha na rádio ONU em Português, que faz parte do departamento de Informação Pública da organização das Nações Unidas. Dos tempos de graduação na UNITAU, Michele lembra com carinho dos professores que teve de algumas boas amizades que fez e mantêm até hoje e dos eventos e congressos de comunicação que participou com seus amigos. "A UNITAU me deu a base necessária para que eu pudesse competir no mercado de trabalho, que já era bem disputado quando me formei. Muita coisa a gente só aprende mesmo na prática, mas é fundamental ter uma base sólida para poder construir em cima do que já foi aprendido na faculdade. "Até mesmo a experiência que obtive exercendo diversas funções no jornal produzido pela UNITAU foi muito útil e importante". "Na época em que fui estudante universitária, a UNITAU já era uma universidade conceitua da e tradicional. "Como me mudei do Vale do Paraíba em 2004, não acompanho de perto os desenvolvimentos da região há muito tempo, mas acredito que a presença da UNITAU esteja ainda mais forte", conclui. PREX/UNITAU

Michelle Alves de Lima é bacharel em comunicação social com habilitação em Jornalismo (2003) pela UNITAU, e mestre em relações Internacionais pela Universidade de Nova York (NYU). Trabalhou no jornal o Estado de S. Paulo como repórter e produtora dos guias de fim de semana e do caderno Paladar entre os anos de 2003 e 2009. Também fez trabalhos como jornalista freelancer para as revistas capricho e super interessante, ambas da Editora Abril. Em 2009, Michelle mudou-se para Nova York, nos Estados Unidos, onde mora atualmente. Desde 2010 ela trabalha na rádio ONU em Português, que faz parte do departamento de Informação Pública da organização das Nações Unidas.

Dos tempos de graduação na UNITAU, Michele lembra com carinho dos professores que teve de algumas boas amizades que fez e mantêm até hoje e dos eventos e congressos de comunicação que participou com seus amigos. “A UNITAU me deu a base necessária para que eu pudesse competir no mercado de trabalho, que já era bem disputado quando me formei. Muita coisa a gente só aprende mesmo na prática, mas é fundamental ter uma base sólida para poder construir em cima do que já foi aprendido na faculdade. “Até mesmo a experiência que obtive exercendo diversas funções no jornal produzido pela UNITAU foi muito útil e importante”.

“Na época em que fui estudante universitária, a UNITAU já era uma universidade conceitua da e tradicional. “Como me mudei do Vale do Paraíba em 2004, não acompanho de perto os desenvolvimentos da região há muito tempo, mas acredito que a presença da UNITAU esteja ainda mais forte”, conclui.

PREX/UNITAU